“O despertar dos Gatos – Blog

Esta página é exclusivamente dedicada ao blog.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é 3c34f7ba922079a7384b85a5a0535d31.jpg
Minhas Líricas E Narrativas

Desde muito nova que tenho gosto pela escrita, pelas palavras, pela necessidade de sintetizar emoções, e descrevê-las. Gosto da beleza da literatura, da lírica. As emoções, para mim, são quase como melodia. Gosto de as escrever, e depois as ler, e ouvir sobre elas.

Não escrevo por nenhum motivo em especial – não para minhas “líricas” ficarem conhecidas – mas porque, acima de tudo, sou amante da escrita.

Escrevo sobre a melodia que toca no meu coração, sobre a dança que são os meus sentidos !

Crónicas, ideias, pensamentos e emoções…

Aqui, falo de tudo o que me é inerente. Mas do interior, essencialmente...

O viajante (sabe)

A manifestação de quem nós somos também se manifesta pelas dúvidas e pelas perguntas que se auto-coloca ao longo da jornada. Até para questionar o concreto e o coerente, é necessário no viajante silencioso, o espírito da procura que escala as montanhas dos seus próprios porquês. Se a vontade de conhecer os seus próprios sentimentosContinuar lendo “O viajante (sabe)”

Sou (nada)

Não sei nada. Sou uma eterna aprendiz da vida. Não posso ensinar a ninguém aquilo que eu própria não sei. Não sou mestre. Sou uma Alma aberta. Sonhadora. Questiono e quero ver. Ir para experimentar. Experimentar para saber. Os gostos os desgostos, tudo é alegria da vida. Tudo vem, tudo vai, tudo em mim seContinuar lendo “Sou (nada)”

Vento

Porque se pudesse tocar o meu coração, essa sensibilidade ia ser sentida. O canto, esse canto que imerge do suave desejo de abraçar a serenidade e a pureza de um encantamento que silenciosamente se mescla nas infinitas formas de querer… O abraço. O sussurro. O toque sensível do poro que respira franqueza, abertura, permissão… oContinuar lendo “Vento”

Diálogo com as Estrelas

Podia contar mil um segredos ás estrelas. Sei que não se cansam. Sei que nelas há vida, mesmo que não haja uma reciprocidade directa. Existem duas coisas com quem tenho conversas intermináveis, todos os dias – a minha consciência, e as estrelas – Converso tanto comigo mesma, que às vezes me pergunto como posso euContinuar lendo “Diálogo com as Estrelas”

Lua Cheia

Nunca perfeita ! Jamais ! Quem seria eu se dissesse que o sou ?! Humilde demais para achar que rasgo as portas do céu, mas convicta demais, para saber que chão piso. Sei o que coloco em cima da mesa. Sempre. Sincera demais, para colocar o que não me pertence. Pois até na amplitude dasContinuar lendo “Lua Cheia”

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Porquê o “Despertar Dos Gatos” ?

Aqui, podes encontrar mais informações sobre mim, e sobre este Blog.

%d blogueiros gostam disto: